Impressoras 3D

Impressora 3D

Você provavelmente já ouviu falar sobre impressoras 3D na televisão, ou viu algo sobre isso nas redes sociais, mas é pouco provável que você tenha uma dessas na sua casa, não é verdade? Pois essa realidade pode mudar, pois as impressoras 3D são um grande passo na era digital, afetando mercado, ciência, etc. E tendem a se popularizar mais rápido do que esperamos.

O que antes parecia ser apenas um hobby, hoje está sendo absorvido pelo mercado para oferecer aos consumidores produtos personalizados. Existem muitas pessoas que querem adquirir as impressoras 3D apenas por curiosidade, para ver do que é capaz, e existem pessoas que as utilizam para produzir itens bem específicos. Mas a motivação principal ainda é o uso comercial.

Com o passar do tempo, mais novidades sobre as impressoras 3D vão surgindo. A empresa Mattel já afirmou ter interesse em produzir impressoras de brinquedos, algumas pessoas já vêm fazendo um ótimo trabalho com próteses a baixo custo de venda, ainda existe a possibilidade de impressão de tecido humano, o que fará um diferencial incrível na medicina.

Impressora 3D

Para que servem as impressoras 3D?

As impressoras 3D oferecem, a princípio, uma maior vantagem em relação a baixo custo e rapidez na produção de um item. Isso se dá porque elas podem criar qualquer peça, como ferramentas, jóias, moldes, brinquedos, esculturas, enfim, poupa o trabalho de confecção de um produto manualmente. Elas oferecem ainda a possibilidade de produzir itens personalizados, como o caso dos fones produzidos no formato do ouvido do cliente.

Como funcionam as impressoras 3D?

Antes de tudo, é necessário desenvolver o projeto tridimensional no computador, definindo suas dimensões. Após a criação, a pessoa enviará o projeto para o software da impressora, que por sua vez sintetizará os dados e informações sobre o objeto em camadas. Para a impressão, é feita uma sobreposição de camadas, que vão compondo o objetivo, levando em conta seu formato e dimensões. Um dos materiais mais comumente utilizados é o plástico ABS (Acrilonitrila Butadieno Estireno), que é um tipo de polímero leve e resistente.

De onde surgiram as impressoras 3D?

Se você pensa que as impressoras 3D são novidade só porque passou a ouvir sobre isso há não mais que uns dois anos, está enganado. Essas impressoras já estão funcionando há um bom tempo. A primeira impressora 3D foi criada no ano de 1984, pelo americano Charles Hull, que anos depois foi responsável pela fundação da 3D Systems Corp. Essa empresa patenteou as impressoras e continuou na produção e comercialização de impressoras, sendo uma das líderes desse setor até hoje, e uma das responsáveis pela sua popularização.

O custo das impressoras tem barateado ao longo do tempo. Se antes a aquisição de uma impressora custava em torno de um milhão de dólares, hoje de acordo com modelo beira os mil dólares. Claro que a qualidade e capacidade de impressão variam diretamente de acordo com o preço, podendo existir impressoras de até vinte mil reais. E você, já pensou em ter uma impressora 3D em sua casa?

E aí, gostou das dicas? Compartilhe nas redes sociais, talvez um de seus amigos possa gostar também. Dê a sua opinião aqui no blog. Sua opinião é muito importante para nós.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *