Internet das Coisas

the internet of things

Novidades Na Internet Das Coisas

Já se pode encontrar nas revistas e sites informações e especulações sobre a “Internet das coisas”. Mas o que podemos esperar dessa novidade que nos promete um futuro cheio de tecnologias com acesso à internet e capazes de fazer coisas muito além do convencional? Um exemplo disso é um eletrodoméstico que além de se conectar à internet, oferece sugestões saudáveis ou adequadas ao seu estilo de vida.

Você pode imaginar uma cena de filme futurista nesse exemplo, mas na verdade, essa realidade está mais próxima do que você pensa. Muitas empresas de tecnologia estão lucrando bastante com os investimentos nesta área. O negócio evolui de forma rápida e os lucros de aparelhos conectados à internet estão começando a se equiparar aos de venda de celulares!

Como funciona a “Internet das coisas”?

Imagine ter em sua casa aparelhos que absorvem informações sobre seu usuário, de forma a criar um perfil específico e poder gerar uma comunicação com ele de forma intuitiva, quando for preciso. Essa é a proposta da “Internet das coisas”, criar aparelhos que “pensam” de acordo com a interpretação de seus usuários. Uma relação totalmente personalizada.

Internet das coisas

Podemos esperar por novidades nessa área?

O motivo do crescimento rápido desse segmento, além da enorme comodidade que pode ser o primeiro aspecto a ser levado em conta, é na verdade a possibilidade de utilização desses aparelhos. Um “aparelho inteligente” pode cuidar da área da saúde, da área automotiva, de vestimentas, etc. A interação do cliente com o produto se torna cada vez maior, e assim sua necessidade de oferecer uma capacidade operacional de qualidade, segurança, etc.

São muitas possibilidades a serem incorporadas nessa área, e as expectativas em torno disso crescem cada vez mais. Afinal, todos adoram tecnologia, e todos adoram novidade, não é mesmo?

Mas muitas outras ideias ainda poderão ser incorporadas a essa tecnologia, principalmente na área da saúde, como os gadgets vestíveis, que farão o acompanhamento e análise do estado de saúde do usuário, avisando quando algo está errado.

Outro assunto importante é a padronização das conexões utilizadas pelos eletrodomésticos e outros dispositivos. Empresas como a Intel, Dell e Samsung, por exemplo, se uniram em um grupo chamado Open Interconnect Consortium (OIC) justamente para debater e entrar em um acordo sobre isso. Juntos, eles querem criar um protocolo que dá acesso a uma conexão de qualidade entre os vários dispositivos. Diversos outros recursos serão desenvolvidos pela organização para viabilizar essa conexão. Outras empresas com experiência e bagagem no ramo de comunicação e tecnologia estão afiliadas nessa empreitada como a Atmel, a BroadCom e a Wind River. Existem ainda outras iniciativas com grandes empresas participantes com o intuito de expandir a ideia de Internet das coisas pelo mundo.

Com o passar do tempo, as tecnologias evoluem de forma surpreendente, e o objetivo é melhorar a vida e o cotidiano das pessoas. Não é preciso dizer que se perdem algumas coisas no caminho, e muitos se questionam se vale a pena trocar a privacidade por esse conforto e acessibilidade.

E aí, gostou das dicas? Compartilhe nas redes sociais, talvez um de seus amigos possa gostar também. Dê a sua opinião aqui no blog. Sua opinião é muito importante para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *